Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

TC

Focus diz que novo fornecedor garante prazo e retorno em projeto solar

Luciano Costa de Paulaem 21 de julho de 2021 16:28

 São Paulo, 21 de julho = A Focus Energia mantém previsão de entregar a primeira fase de seu projeto solar Futura até abril de 2022, mesmo após ter anunciado ontem à noite a substituição do principal fornecedor de equipamentos do empreendimento, disse hoje ao Scoop o presidente-executivo da companhia, Alan Zelazo.
 As ações da Focus caíam quase 13% na manhã desta quarta-feira, depois que a empresa informou em comunicado na véspera que assinou contrato com a chinesa Trina Solar para a compra dos módulos solares para o complexo, em substituição à contratada original Risen Energy.
 "Tivemos que tomar essa atitude para cumprir nosso compromisso, e nosso compromisso é entregar o projeto. Vamos entregar, e dentro do prazo, e vamos continuar investindo", disse Zelazo ao Scoop. "Fomos extremamente ágeis em virar essa chave para ter certeza de nosso cronograma. Esse é o principal recado para o mercado".
 A Focus disse que com o novo contrato o projeto Futura passa a ter investimento previsto de R$2,74 bilhões, contra orçamento anterior de R$2,4 bilhões. A companhia, no entanto, prevê que será possível compensar o custo maior ao entregar a usina no prazo, o que permitirá a ela aproveitar um esperado cenário de preços altos da energia em 2022 e 2023 causado pela falta de chuvas na região das hidrelétricas do Brasil neste ano.
 "Colocamos como prioridade máxima a entrada do parque no ano que vem, dado o momento de escassez de energia para 2022 e 2023. Isso é bastante relevante para a gente, ter assertividade de que teremos energia para vender no ano que vem. Tem um cenário de preços que dentro da estrutura do projeto garante uma receita importante", disse o presidente-executivo da companhia.
 Zelazo afirmou ainda, sem detalhar, que a Focus buscará ressarcimento junto à Risen pelo rompimento do contrato. Em fato relevante publicado na noite de ontem, a Focus disse que a fornecedora teria se negado a cumprir os prazos previstos no acordo. "Nós vamos fazer essa cobrança", disse o executivo, ao acrescentar que a empresa já contratou assessores para apoiá-la no caso.
 "Tem um preço de energia que é satisfatório para o projeto, já era e continua sendo num cenário com a Trina. O projeto continua extremamente viável, rentável e muito bem equacionado", disse Zelazo. Ele afirmou que a Focus também acertou previamente um plano de contingência para a troca de fornecedor que incluiu consultas aos demais fornecedores e financiadores do projeto. O complexo solar Futura recebeu empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e do Banco do Nordeste. 

 

Para ficar por dentro do nosso conteúdo exclusivo, assine o TC, a maior plataforma para investidores pessoas físicas da América Latina.
Tudo o que você precisa saber para ser o investidor melhor informado do mercado , está aqui!

https://tc.com.br/store/planos

Relacionadas