Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Mobills

Investimentos para iniciantes: 5 boas opções para sua carteira

Mobillsem 28 de maio de 2021 15:05

Por Larissa Brioso, educadora financeira da Mobills  

Um dos principais passos de quem quer conquistar a tranquilidade financeira é investir. Para isso, é fundamental conhecer sua realidade financeira e objetivos, planejar as finanças e destinar parte da renda para esse objetivo com periodicidade. De maneira simples, investir é uma forma de gerar renda passiva no longo prazo. Ou seja, você faz investimentos em busca de retornos financeiros no futuro sem necessitar gastar tempo e energia em sua aquisição. Claro que, inicialmente, é preciso bastante trabalho para juntar a quantia que possibilite grandes retornos. Todavia, ao construir o hábito de poupar, essa atitude de ganhar, economizar e investir, deve se tornar cada vez mais simples. Então, se você chegou na fase de investir dinheiro, é hora de abrir sua conta em uma corretora de valores ou em um banco com plataforma de investimentos, conhecer o seu perfil de investidor e boas opções de investimentos para sua carteira. Veja, abaixo, 5 boas opções para investidores iniciantes: Certificados de Depósito bancário (CDB) Para iniciantes no mundo dos investimentos, normalmente o primeiro contato é com os Certificados de Depósito Bancário, ou CDBs, como são popularmente conhecidos. Esse é um dos títulos de renda fixa que são emitidos por bancos para captar recursos. De modo prático, ao investir em CDB, você está de certo modo emprestando o seu dinheiro para o banco e, em troca, ele lhe paga juros ao final do período combinado. Esses recursos podem ser empréstimos, financiamentos e cheque especial, por exemplo. Mesmo que a princípio possa achar que não é uma aplicação segura, investir em CDB tem um risco muito baixo, pois você estará assegurado pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Sendo assim, mesmo se o banco que você investiu falir, o Fundo te garante até R$ 250.000 por CPF e por instituição. O melhor de tudo é que é possível investir em CDB mesmo com pouco dinheiro.  Em alguns casos, você pode investir a partir de R$ 1,00, em outros R$100,00 e até mesmo R$ 5.000,00. Mas, geralmente, quanto maior o valor de entrada, melhor é a rentabilidade entregue aos investidores.

Letras de crédito imobiliário (LCI) e Letras de crédito agrário
(LCA)

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) é um investimento de renda fixa emitido pelos bancos que é utilizado para o financiamento das atividades do setor imobiliário e em troca, ele oferece uma taxa de rentabilidade anual que é definida no momento da compra. O título também possui uma data de vencimento estabelecida. Assim, ao investir nesse ativo, você já tem uma ideia de quanto o seu dinheiro irá render até o final deste prazo. O rendimento da LCI pode ser de duas formas: prefixado ou pós-fixado. No caso do prefixado, no momento da compra, você sabe exatamente o quanto o seu dinheiro vai crescer até a data do vencimento. A LCI pós-fixada possui taxa de rendimento atrelada a um indexador, ou seja, o emissor paga um percentual desse índice. A Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)  também é um investimento de renda fixa, mas a captação é direcionada para financiar as atividades do setor do agronegócio. Assim como para a LCI, a taxa de rentabilidade e a data de vencimento são definidas no momento da compra. E também seu rendimento, que pode ser prefixado ou pós-fixado. Nessa modalidade de investimentos, você encontra opções a partir de R$100,00 para investir.

Fundos de Investimentos

Para os iniciantes no mercado, uma boa opção também são os fundos de investimentos. Isso porque, no caso dessas aplicações, temos um gestor responsável por procurar as melhores aplicações. Além disso, existem fundos com diversos níveis de risco. Sendo assim, como investidor iniciante, você pode escolher uma aplicação com menor risco e com facilidade de resgate.

Vale ressaltar que nesse tipo de investimento são cobradas taxas administrativas, mas por ter uma taxa de tributação regressiva, quanto maior o tempo que o dinheiro fica investido, menor a taxa, tornando essa uma aplicação vantajosa no longo prazo.

Fundos de Investimento Imobiliário (FII)

Em síntese, os Fundos Imobiliários são uma classe de fundo de investimento em que os investidores aplicam seu dinheiro em conjunto no mercado imobiliário e, então, o dinheiro investido é utilizado na construção ou na aquisição de imóveis que depois serão locados. O legal é que o lucro obtido com esse investimento é dividido entre os investidores, proporcional às suas aplicações. Um diferencial desse fundo de investimento específico é que ele é negociado na Bolsa de Valores, ou seja, você pode comprar uma cota de um FII da mesma forma que você compra uma ação.

Contudo, esse é um tipo de investimento em renda variável. Por isso, é fundamental entender seu perfil de investidor e o momento em que está para saber se faz sentido ter esse ativo na sua carteira.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é a porta de entrada para muitos investidores iniciantes. Isso se deve ao fato dessa ser uma aplicação segura e com rentabilidade superior à poupança, queridinha também dos brasileiros. Diferente dos outros investimentos citados anteriormente, o Tesouro Direto é um título público que tem como finalidade financiar os investimentos do Governo Federal. Logo, isso explica sua segurança, pois, mesmo que seja um pouco difícil de acreditar,  o Governo Federal é considerado o melhor pagador de todos.

Outra característica do Tesouro Direto é que cada título possui uma rentabilidade e um prazo diferente, podendo ser eles prefixados ou pós-fixados, possuindo vencimentos com prazo de até 30 anos, e estarem atrelados à taxa Selic ou ao IPCA (inflação). O mais importante desse investimento é que ele garante seu poder de compra, pois normalmente acompanha a inflação, mesmo que não supere tanto. Os títulos à venda podem ser verificados no site do Tesouro Direto.

Relacionadas