Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Mobills

Como poupar dinheiro no dia a dia: aprenda com 6 dicas práticas

Mobillsem 30 de abril de 2021 16:52

 

Por Larissa Brioso, educadora financeira da Mobills

O quanto você gasta é tão importante quanto o valor que você ganha. Por isso, poupar dinheiro para fechar o mês com o saldo positivo é essencial. Entre as principais motivações, podemos citar: a liberdade financeira, possibilidade de conquistar objetivos financeiros e montar uma reserva de emergências. No entanto, muitos brasileiros não conseguem economizar. Segundo pesquisa  realizada pela CNDL e SPC Brasil, 7 em cada 10 brasileiros não conseguem poupar e 40% justificam que essa situação se dá por causa da baixa remuneração. 

Entretanto, independente de qual seja a sua renda atual, a organização das  finanças pessoais e controle de gastos pode te ajudar a reverter a situação. Sendo assim, ainda mais em momentos de crise financeira, é necessário descobrir meios de economizar no dia a dia. Normalmente, quando as pessoas decidem poupar dinheiro, elas cortam todo o gasto com lazer ou com outras coisas que também são importantes para o seu lado emocional. Ou seja, economizam de maneira errada. Assim, justamente por ser uma medida radical e que causa estresse, esse tipo de atitude não se sustenta no longo prazo. Sabendo disso, se você quer juntar dinheiro mas ainda tem dúvidas sobre como fazer isso, selecionamos as seis melhores dicas para te ajudar!

1. Identifique e acompanhe seus gastos

O primeiro passo para mudar a forma como utiliza o seu dinheiro consiste em identificar e acompanhar seus gastos. Para isso, utilize uma ferramenta de gerenciamento financeiro, como um aplicativo, planilha ou caderninho. Pois, a melhor forma de guardar dinheiro é ter organização para tornar o ato de poupar um hábito.

Além disso, é bastante útil escolher um método de distribuição de renda. Um dos principais métodos é o 50-30-20, o qual sugere que 50% da sua renda líquida seja utilizada para suprir suas necessidades básicas, 30% para desejos pessoais e 20% para o pagamento de dívidas ou investimentos.

Mas, independente de qual método você escolha, é recomendado que você separe as suas despesas fixas das variáveis. Isso te ajuda até no lado emocional, já que ter suas necessidades em mente pode te estimular a seguir as demais dicas.

2. Defina suas prioridades e programe-se

Poupar dinheiro deve ser uma meta financeira em sua vida vida. Então, defina suas prioridades com base nos seus gastos identificados no passo anterior e programe-se para realizar gastos conscientes.

Ou seja, se dedique a fazer um planejamento financeiro mensal para que consiga prever seus gastos futuros e, com isso, não tenha tantas surpresas ao longo do mês que possam te fazer gastar mais do que deveria. Nesse ponto, é fundamental ter uma previsão da renda mensal também.

3. Utilize uma ferramenta de controle financeiro

Uma outra dica importante é acompanhar todos os seus gastos em um gerenciador financeiro ou utilizar uma planilha de gastos e registrar todas as suas movimentações financeiras durante o mês.

Adicione todas as suas despesas na sua ferramenta e não deixe de registrar os pequenos gastos, como um doce que você comprou depois do almoço. Pois, ao deixar esses pequenos gastos de fora, você pode acabar subestimando despesas que são relevantes no seu orçamento.

4. Gaste menos do que ganha

Para poupar dinheiro mensalmente você precisa tomar melhores decisões financeiras, como por exemplo, evitar desperdícios, reduzir ou cortar planos de internet e TV que não utiliza, entre outros gastos com desejos pessoais ou supérfluos que podem ser evitados.

Você deve dar também uma atenção especial ao cartão de crédito, pois ele cria uma sensação de poder de compra ao oferecer a facilidade de pagar parceladamente e, muitas vezes, sem juros.

Dessa maneira, você pode criar uma 'bola de neve' de dívidas de modo que pode ser muito difícil botar as contas em dia novamente. Em contrapartida, quando você conhece suas despesas e receitas, e estabelece um limite de gastos, fica muito mais simples a tarefa de gastar menos do que se ganha e, por consequência, poupar a diferença.

5. Busque alternativas para ganhar mais dinheiro

Nem sempre basta poupar dinheiro para alcançar as suas metas e objetivos. Às vezes o que você realmente precisa é de uma nova fonte de renda ou trocar sua atividade atual por alguma atividade mais rentável.

Logo, invista em sua capacitação profissional, aproveite suas habilidades e sua capacidade de colocar em prática tudo o que você sabe para realizar novas atividades e aumentar a sua renda.

6. Estude sobre investimentos

Agora que já sabe como poupar dinheiro no dia a dia, o próximo passo é aprender onde guardar o seu dinheiro de modo que não perca seu poder de compra para a inflação e ainda consiga uma boa rentabilidade para conquistar a independência financeira no longo prazo.

Nesse caso, é interessante buscar aprender mais sobre o assunto, em blogs, cursos ou redes sociais. Mas, lembre-se de garantir que o conteúdo publicado é de qualidade, seguro e que vai te ajudar a conseguir resultados reais.

 

Relacionadas