Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Mobills

Cartão de crédito: aprenda a utilizar melhor essa ferramenta

Mobillsem 25 de junho de 2021 15:26

Por Larissa Brioso, educadora financeira da Mobills, startup de gestão de finanças pessoais

O cartão de crédito é um dos principais meios de pagamento utilizados pelos brasileiros. Todavia, o mesmo também é a causa do endividamento de boa parte das famílias inadimplentes. Então, seria o cartão o vilão ou o herói das finanças pessoais?

Por mais que para uma parte dos usuários, essa ferramenta signifique descontrole financeiro, para outra parte o cartão é utilizado como aliado. Ou seja, essa relação diz mais sobre você e o cuidado com o dinheiro e as compras do que necessariamente com a ferramenta que utiliza.

O fato é que, ele pode ser uma boa ferramenta nas mãos certas. Por exemplo, esse meio de pagamento é muito útil para quem gosta de acumular pontos em programas de benefícios. Então, é possível até mesmo quem está endividado se organizar com ajuda de um cartão de crédito para negativados.  

Entenda a seguir como utilizar melhor essa ferramenta!

1. Faça o controle de gastos no cartão

Muitas pessoas não sabem como lidar com cartões de crédito - ou têm certa dificuldade ou descuido com essa ferramenta, o que pode acabar resultando em uma maximização de gastos. No entanto, para uma pessoa responsável com as finanças, um cartão de crédito oferece uma das maneiras mais fáceis de estabelecer e construir um score de crédito positivo.

Por isso, é essencial utilizar uma ferramenta de controle financeiro para gerenciar os gastos com o cartão e até mesmo sintetizar em uma única plataforma as suas faturas.

Nesse sentido, é importante priorizar o registro de cada compra feita no cartão, bem como categorizar gastos e descrever suas compras para uma melhor análise a fim de descobrir como está gastando seu dinheiro.

2. Entenda as taxas e juros cobrados pelo cartão

A quantidade de mitos e desinformações em torno de cartões de crédito é bem grande. Mas ao obter o seu primeiro cartão, é importante ler as letras pequenas do seu contrato e usar seu cartão de forma responsável. Afinal, a taxa de juros do cartão é uma das mais altas do mundo e você não quer precisar arcar com elas.

3. Evite ter muitos cartões de crédito

Se você acha que não pode lidar com o pagamento de vários cartões de crédito, porque você esquecerá seus limites e acumulará muitas compras, então uma opção mais viável é manter apenas um.

Mas, se você é uma pessoa organizada financeiramente, responsável com o seu consumo e gosta de tirar proveito de recompensas e programas de pontos, então ter mais de um cartão pode não ser problema.

Vale a pena ressaltar ainda que, utilizar mais de 3 cartões de crédito pode dificultar o seu controle financeiro. Portanto, pense bem antes de solicitar mais um. Você pode procurar por um cartão que corresponda aos seus hábitos de consumo e que, ao mesmo tempo, tenha um bom programa de recompensas.

4. Utilize cartões sem anuidade

Atualmente, com o crescimento dos bancos digitais é cada vez mais fácil conseguir a isenção da taxa de anuidade do seu cartão. Sendo assim, você pode buscar uma opção com mais benefícios e livre de taxas para utilização do cartão.

Mas, se o que você possui cobra uma taxa de anuidade que supera os benefícios que você costuma obter no programa de pontuação, por exemplo, talvez seja melhor efetuar o cancelamento e analisar as melhores alternativas.

5. Nunca pague apenas o mínimo

Um dos maiores mitos sobre cartões de crédito é que fazer o pagamento mínimo da fatura é suficiente. A empresa que emitiu seu cartão de crédito geralmente vai exigir um pagamento mínimo mensal para pagar gradualmente seu saldo.

No entanto, é muito importante que você inclua no seu planejamento financeiro o pagamento total da fatura, uma vez que você pode acabar adquirindo dívidas com elevadas taxas de juros com essa atitude.

O termo "pagamento mínimo" pode ser confuso para os novos usuários de cartões de crédito - alguns podem, inclusive, pensar que aquele valor é tudo o que deve no mês. Contudo, não é assim que funciona. É preciso olhar para o seu saldo atual total para ver a quantia real devida para evitar se endividar e cair na famosa "bola de neve".

6. Utilize seu cartão com inteligência para aumentar seu score

O score de crédito mostra, em síntese, o seu histórico como consumidor. Por isso, essa pontuação é importante na hora de conseguir crédito no mercado.

Sabendo disso, coloque em prática as dicas anteriores e, em especial, mantenha o controle de gastos e seja um bom pagador que, ao longo do tempo, verá resultados expressivos na sua vida financeira.

Relacionadas